//130 Anos: Lei Áurea

130 Anos: Lei Áurea

Hoje, 13 de Maio, o Brasil e o Faz Diferença? comemoram 130 anos da Abolição da Escravidão!

Não podemos seguir lembrando dessa data, que talvez seja a mais importante da história de nosso país, como o dia em que a família real presenteou a população negra com a lei áurea.

Construir um país mais justo passa, necessariamente, por reconhecermos o protagonismo dos negros e negras ao longo da história. É necessário entendermos que a abolição foi resultado de um longo processo de luta desse povo, contra o mais alto nível de exploração que o Brasil foi capaz de realizar.

Só assim estaremos sendo justos à memória de grandes abolicionistas como André Rebouças, José do Patrocínio e Luiz Gama. Negros que lutaram contra um processo que trouxe mais de 5 milhões de escravos ao Brasil, nos tornando o país com maior número de escravos no mundo (40% do total), e que durou 354 anos (o maior tempo de escravidão entre todas as nações do mundo), e que até hoje repercute na enorme desigualdade racial de nossa sociedade.

Infelizmente, 130 anos depois 63 mil jovens negros são assassinados no Brasil por ano e a chance de um negro ser analfabeto é 5x maior que a de um branco. É inaceitável acharmos normal que sejam necessários outros 130 para que as consequências cruéis da escravidão deixem de assombrar cada um dos negros de nosso país.

Nesse vídeo, Emicida e o Prof. Helio dos Santos tratam um pouco do assunto.

130 anos da Abolição – Emicida e Hélio Santos falam sobre a conquista de direitos

Hoje, 13 de Maio, o Brasil e o Faz Diferença? comemoram 130 anos da Abolição da Escravidão!Não podemos seguir lembrando dessa data, que talvez seja a mais importante da história de nosso país, como o dia em que a família real presenteou a população negra com a lei áurea. Construir um país mais justo passa, necessariamente, por reconhecermos o protagonismo dos negros e negras ao longo da história. É necessário entendermos que a abolição foi resultado de um longo processo de luta desse povo, contra o mais alto nível de exploração que o Brasil foi capaz de realizar.Só assim estaremos sendo justos à memória de grandes abolicionistas como André Rebouças, José do Patrocínio e Luiz Gama. Negros que lutaram contra um processo que trouxe mais de 5 milhões de escravos ao Brasil, nos tornando o país com maior número de escravos no mundo (40% do total), e que durou 354 anos (o maior tempo de escravidão entre todas as nações do mundo), e que até hoje repercute na enorme desigualdade racial de nossa sociedade.Infelizmente, 130 anos depois 63 mil jovens negros são assassinados no Brasil por ano e a chance de um negro ser analfabeto é 5x maior que a de um branco. É inaceitável acharmos normal que sejam necessários outros 130 para que as consequências cruéis da escravidão deixem de assombrar cada um dos negros de nosso país.Nesse vídeo, Emicida e o Prof. Helio dos Santos tratam um pouco do assunto. Mais dessa excelente entrevista de Pedro Bial com ambos e a Profa. Sonia Guimarães, pode ser visto aqui: https://gshow.globo.com/programas/conversa-com-bial/noticia/conversa-com-bial-promove-reflexao-sobre-os-130-anos-da-abolicao-da-escravatura.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_content=conversa+com+bial&utm_campaign=conversa+com+bial

Posted by Faz Diferença? – Discussões sobre desigualdades on Sunday, May 13, 2018

 

Mais dessa excelente entrevista de Pedro Bial com ambos e a Profa. Sonia Guimarães, pode ser visto aqui:
https://gshow.globo.com/programas/conversa-com-bial/noticia/conversa-com-bial-promove-reflexao-sobre-os-130-anos-da-abolicao-da-escravatura.ghtml?utm_source=facebook&utm_medium=social&utm_content=conversa+com+bial&utm_campaign=conversa+com+bial